Enciclopédia da Conscienciologia

Texto do Verbete :


ALTERNÂNCIA DE TAREFAS

(ALTERNANCIOLOGIA)


I. Conformática

Definologia.
A alternância de tarefas é a aplicação da técnica das mudanças dos traba-
lhos em andamento, principalmente quando intelectuais, com o propósito de ampliar a automoti-
vação laboral e incrementar o rendimento intelectivo e psicomotriz pessoal e até grupal, com
a passagem de determinada tarefa para outra sem perder o posicionamento da primeira tarefa.
Tematologia.
Tema central neutro.
Etimologia.
O termo alternância deriva provavelmente do idioma Francês, alternance,
e este do verbo do idioma Latim, alternare, “alternar; fazer alternadamente; fazer ora um, ora ou-
tro; revezar”. A palavra alternar apareceu no Século XVI. O vocábulo alternância surgiu no Sé-
culo XIX. O termo tarefa provém do idioma Árabe, tarîha, “quantidade de trabalho que se impõe
a alguém”, derivado de tarah, “lançar; arrojar; impor a aquisição de alguma mercadoria a deter-
minado preço”. Apareceu no Século XVI.
Sinonimologia:
01. Alternação de tarefas. 02. Alternação de trabalho. 03. Alternância
funcional. 04. Alternância laboral. 05. Alternação funcional. 06. Alternidade funcional. 07. Re-
vezamento de tarefas. 08. Revezamento de trabalho. 09. Mudança de tarefas; variação de traba-
lho. 10. Alternativa temporal; repetição intervalada de tarefas; rodízio de ocupações; rotação das
atividades.
Cognatologia.
Eis, na ordem alfabética, 24 cognatos derivados do vocábulo alternância:
alternação; alternada; alternado; alternador; alternadora; alternante; alternantera; alternar;
alternativa; alternativo; alternato; alternatura; alternável; alternidade; alterniflóreo; alterniflo-
ro; alternifoliado; alternifólio; alternípede; alternipenado; alternipene; alternipétalo; alternissé-
palo; alterno.

Neologia.
As 3 expressões compostas alternância de tarefas físicas, alternância de tare-
fas intelectuais
e alternância de tarefas parapsíquicas são neologismos técnicos da Alternancio-
logia.
Antonimologia:
01. Tarefa contínua. 02. Trabalho contínuo. 03. Trabalho de rotina.
04. Repetição laboral inalterada. 05. Serviço desagradável. 06. Tarefa enfadonha; trabalho mo-
nótono. 07. Encargo aborrecido; ramerrão fastidioso. 08. Incumbência tediosa. 09. Trabalho de
Hércules. 10. Alternância ressoma-dessoma.
Estrangeirismologia:
o job rotation.
Atributologia:
predomínio das faculdades mentais, notadamente do autodiscernimento
quanto às autodisposições físicas e intelectuais.

II. Fatuística

Pensenologia:
o holopensene pessoal da autoprodutividade proexológica; os prioropen-
senes; a prioropensenidade; os evoluciopensenes; a evoluciopensenidade; os nexopensenes; a ne-
xopensenidade; os ortopensenes; a ortopensenidade; a autopensenização retilínea.

Fatologia:
a alternância de tarefas; a sequência de atividades na qual cada elemento tem
a mesma importância; a alternância de tarefas administrativas; a relação de contraste entre os tra-
balhos pessoais e grupais; o desafio dos trabalhos prioritários; a marcação de prazos fatais; a in-
tercalação das tarefas distintas; a tarefa de fundo; a disposição em ordem alternada; a sucessão de
esforços alternadamente no espaço e no tempo; a alternância no trato com os documentos; a alter-
nância nas digitações dos textos pessoais; a quebra da rotina laboral; o estímulo-extra ao trabalho;
a autorganização pessoal; o plano de trabalho pessoal; a distribuição das tarefas conforme o pró-
prio biorritmo; a alternância de tarefas com diferentes requisitos; os diferentes níveis de dificul-
dade; os diversos graus de esforço necessário; os variados percentuais de atenção requerida; a ma-

nutenção do ritmo de trabalho sem sobrecargas; a ocorrência de rotação dos postos de trabalhos;
a profilaxia da saturação quanto ao exercício laboral; a automotivação mantida em alto nível; a re-
tilinearidade laboral; a rotina prolífica; a otimização da produtividade pessoal; a rotatividade in-
teligente dos autesforços; o ritmo harmonioso do trabalho pessoal; a versatilidade das pessoas;
a polivalência dos temperamentos; a multifuncionalidade dos talentos; a alternância de tarefas no
grupo evolutivo; a reciprocidade dos intercâmbios úteis entre as conscins.

Parafatologia:
a autovivência do estado vibracional (EV) profilático; o ato de entremear
as atividades com diferentes predomínios holossomáticos; a preservação do holossoma sem can-
saço excessivo ou ociosidade.

III. Detalhismo

Sinergismologia:
o sinergismo mudança de tarefa-incremento da automotivação.
Principiologia:
o princípio da autonomia funcional aplicado com inteligência.
Codigologia:
o código pessoal de Cosmoética (CPC).
Teoriologia:
a teoria da alternância de valores de diferentes intensidades.
Tecnologia:
a técnica da circularidade.
Laboratoriologia:
o laboratório conscienciológico da autorganização.
Colegiologia:
o Colégio Invisível dos Proexistas.
Efeitologia:
os efeitos evoluídos da desburocratização das tarefas pessoais.
Ciclologia:
o ciclo de fases laborais, recorrentes, distintas ou opostas.
Enumerologia:
a repetição laboral; o ritmo laboral; o turno laboral; o rodízio laboral;
o revezamento laboral; a alternidade laboral; a mudança laboral.
Binomiologia:
o binômio alternância laboral-distribuição temporal.
Interaciologia:
a interação tarefa psicomotora-tarefa mentalsomática; a interação tare-
fa teórica-tarefa prática
.
Crescendologia:
o crescendo dinâmica laboral-potencialização da eficácia.
Trinomiologia:
o trinômio definição-distribuição-alternação das tarefas.
Polinomiologia:
o polinômio tarefa-espaço-tempo-intervalo.
Antagonismologia:
o antagonismo trabalho alternado / trabalho contínuo.
Paradoxologia:
o paradoxo alternância de tarefas sem descontinuidade produtiva.
Politicologia:
a alternância da chefia do governo brasileiro - a política do café com leite
-
ou o acordo tácito, nas 3 primeiras décadas do Século XX, entre os Estados de São Paulo e Mi-
nas Gerais.
Legislogia:
a lei do maior esforço.
Filiologia:
a neofilia; a evoluciofilia.
Holotecologia:
a metodoteca; a tecnoteca; a experimentoteca.
Interdisciplinologia:
a Alternanciologia; a Autoproexologia; a Intrafisicologia; a Soma-
tologia; a Fisiologia; a Ergonomia; a Antropobiologia; a Reeducaciologia; a Evoluciologia;
a Priorologia.

IV. Perfilologia

Elencologia:
a conscin lúcida; a isca humana lúcida; o ser desperto; o ser interassisten-
cial; a conscin enciclopedista.

Masculinologia:
o acoplamentista; o agente retrocognitor; o amparador intrafísico;
o atacadista consciencial; o autodecisor; o intermissivista; o cognopolita; o compassageiro evolu-
tivo; o completista; o comunicólogo; o conscienciólogo; o conscienciômetra; o conscienciotera-
peuta; o macrossômata; o conviviólogo; o duplista; o duplólogo; o proexista; o proexólogo; o ree-
ducador; o epicon lúcido; o escritor; o evoluciente; o exemplarista; o intelectual; o reciclante exis-
tencial; o inversor existencial; o maxidissidente ideológico; o tenepessista; o ofiexista; o paraper-

cepciologista; o pesquisador; o projetor consciente; o sistemata; o tertuliano; o verbetólogo; o vo-
luntário; o tocador de obra; o homem de ação; o pré-serenão alternante.

Femininologia:
a acoplamentista; a agente retrocognitora; a amparadora intrafísica;
a atacadista consciencial; a autodecisora; a intermissivista; a cognopolita; a compassageira evolu-
tiva; a completista; a comunicóloga; a consciencióloga; a conscienciômetra; a conscienciotera-
peuta; a macrossômata; a convivióloga; a duplista; a duplóloga; a proexista; a proexóloga; a ree-
ducadora; a epicon lúcida; a escritora; a evoluciente; a exemplarista; a intelectual; a reciclante
existencial; a inversora existencial; a maxidissidente ideológica; a tenepessista; a ofiexista; a pa-
rapercepciologista; a pesquisadora; a projetora consciente; a sistemata; a tertuliana; a verbetóloga;
a voluntária; a tocadora de obra; a mulher de ação; a pré-serenona alternante.

Hominologia:
o Homo sapiens alternator; o Homo sapiens laborator; o Homo sapiens
proexologus;
o Homo sapiens laborans; o Homo sapiens experiens; o Homo sapiens perquisitor;
o Homo sapiens vigilans; o Homo sapiens methodologus; o Homo sapiens expertus.

V. Argumentologia

Exemplologia:
alternância de tarefas físicas = a aplicação da técnica das mudanças al-
ternadas dos trabalhos mecânicos, orgânicos ou fisiológicos; alternância de tarefas intelectuais
= a aplicação da técnica das mudanças alternadas dos trabalhos mentais ou intelectivos; alternân-
cia de tarefas parapsíquicas = a aplicação da técnica das mudanças alternadas dos trabalhos en-
volvendo a multidimensionalidade ou os fenômenos paraperceptivos.

Culturologia:
a cultura da operosidade evolutiva.
Evitaciologia.
Na vida laboral diligente, quem de fato se empenha veste a camisa e evita
enrolar a bandeira, fazer água
ou fazer cera.

VI. Acabativa

Remissiologia.
Pelos critérios da Mentalsomatologia, eis, por exemplo, na ordem alfabé-
tica, 10 verbetes da Enciclopédia da Conscienciologia, e respectivas especialidades e temas cen-
trais, evidenciando relação estreita com a alternância de tarefas, indicados para a expansão das
abordagens detalhistas, mais exaustivas, dos pesquisadores, mulheres e homens interessados:
01. Administração da vida intelectual: Experimentologia; Homeostático.
02. Alternância interdimensional: Projeciologia; Homeostático.
03. Desembaraço intelectual: Mentalsomatologia; Homeostático.
04. Escolha evolutiva: Experimentologia; Homeostático.
05. Holopensene criativo: Heuristicologia; Homeostático.
06. Pesquisador independente: Experimentologia; Homeostático.
07. Repetição paciente: Experimentologia; Homeostático.
08. Rotina útil: Intrafisicologia; Homeostático.
09. Sistemata: Experimentologia; Neutro.
10. Turno intelectual: Mentalsomatologia; Homeostático.

A
TÉCNICA DA ALTERNÂNCIA DE TAREFAS É ALTAMEN-
TE RECOMENDADA QUANDO A
CONSCIN LÚCIDA AMPLIA
O UNIVERSO DE MANIFESTAÇÕES CRIATIVAS ABRAGEN-
DO E DIVERSIFICANDO A
REALIZAÇÃO DA AUTOPROÉXIS.


Questionologia.
Você, leitor ou leitora, aplica a técnica da alternância de tarefas no uni-
verso da autoproéxis? Em quais linhas de atividade?